Resenha | Lobos Não Choram‏ - Patricia Briggs 1#

sexta-feira, setembro 20, 2013

Título original: Cry Wolf
Autor: Patricia Briggs
Editora: Novo Século
Número de páginas: 368

Anna nunca soube que Lobisomens existiam, até a noite em que sobreviveu a um ataque violento... E se tornou um deles. Depois de três anos como o membro menos importante da alcateia, Anna aprendeu a manter a cabeça baixa e a nunca, jamais, confiar nos machos dominantes. Foi então que Charles Cornick, o matador de aluguel e filho do líder dos lobisomens da América do Norte, entrou em sua vida. Charles insiste em afirmar que Anna não está destinada a ser somente sua grande companheira, mas também um raro e valioso lobo Ômega. A força interior de Anna e a sua presença tranquilizadora serão realmente valiosas quando ela e Charles saírem à caça de um lobisomem desgarrado, uma criatura dominada por magia tão negra que poderia ameaçar toda a alcateia...

Lobos Não Choram é o 1º livro da Série Alfa e Ômega. Dois fatores principais me fizeram comprar o livro: A capa, que é lindíssima, mostrando aqueles olhos azuis deslumbrantes da loba; e Lobisomens...porque eu amo livros sobrenaturais com lobisomens!
Confesso que depois que comprei, o coitado ficou um tempinho na estante, sei lá, talvez por essa minha compulsão por comprar livros somente pela capa, não tive tanta vontade de lê-lo. Mas quando resolvi que era chegado o momento... OH GOD! Foi uma leitura supertranquila, rápida e bem divertida! Não conseguia parar de ler! Mas tomem cuidado! O livro não começa pelo começo (Hã?). Para que você entenda, no final do livro tem o conto chamado Alfa e Ômega que deu origem a série...então comece pela página 299. Depois termine e vá para o início!

Aqui nos deparamos com Anna, uma loba que foi brutalizada pela sua antiga alcateia, e não confia em nenhum macho (principalmente os dominantes); e Charles, um dos lobos mais dominantes de toda a América do Norte. É claro que já dá pra entender qual é a tensão aqui. Assim que os dois se conhecem, Charles se sente estranhamente atraído por Anna e vice-versa. 

“[...] Charles chegou à conclusão de que futuras tentativas de fazer com que Anna se sentisse mais segura provavelmente teriam o efeito oposto. (…) - Além disso – disse Charles gentilmente - , meu lobo está mais interessado em cortejá-la do que em demonstrar minha dominância. [...]” pag 311

Porém, é muito legal ver como o casal vai se conhecendo e superando seus medos. Charles é compreensivo, sabe que até que sua Anna aprenda a confiar nele, precisará mudar seu jeito de tratar as pessoas, dar tempo ao tempo, pois ele mesmo admite que não é bom com as palavras e muito menos com as pessoas (já que ele é um assassino e todos tem medo dele). E Anna aprende pouco a pouco que nem todos os machos dominantes são ogros ignorantes como seu antigo Alfa e para que sua união com Charles dê certo, ela precisará confiar plenamente nele; o que será um dos grandes desafios para o casal.

“[...] - Você me conhece há menos de uma semana – disse-lhe Charles - , e não há como passar por cima disso. Não foi tempo suficiente para aprender a confiar. Está tudo bem, Anna, eu sou paciente. E não vou machucá-la, se puder evitar. [...]” pag 113

Na trama também rola ação, pois uma bruxa chega para abalar a tranquilidade da nossa querida alcateia. Os personagens secundários também dão maior destaque ao livro: Bran, o Marrok e pai de Charles; e Asil, o Mouro são lobisomens poderosos e ao mesmo tempo divertidos que chegam para mostrar a que vieram.

“[...] Qualquer pessoa que olhasse para o pai de Charles, Bran Cornick, julgaria se tratar de um estudante universitário, um nerd ou talvez um estudante de arte, Alguém sensível, gentil e jovem, mas Anna sabia que Bran não era nenhuma dessas coisas. Ele era o Marrok, a quem todos os Alfas deviam obediência – e ninguém dominava um lobisomem Alfa sendo sensível e gentil. [...]” pag 16

Com certeza, minha nota é 5! Patricia soube escrever excelentemente e criar um universo divertido, misturando lobisomens, bruxas e outros seres sobrenaturais de maneira construtiva e plausível! Agradeço profundamente a Editora Novo Século por publicar os livros!





Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.